17 dezembro 2012

Adaptação/ Readaptação

E como fica se adaptar ou se readaptar a um país? Como é o processo?





Uma vez li que para se adaptar a um novo país, você demora pelo menos 3 meses, e para se readaptar ao seu próprio país, leva até 2 anos. Tenso não é? Eu que o diga, que já estou sentindo o peso da readaptação. Me peguei procurando o interruptor de luz do banheiro no lado de fora; Joguei várias vezes papel higiênico no vaso; Levantei dormindo procurando a luz e dei de cara com a janela; Quase bebi água da torneira; Sai de casa pensando que qualquer um poderia roubar minha bolsa, etc...Sem contar o fuso horário que acaba com sua disposição e também os erros de português tanto na fala quanto na escrita, já que ficamos distante da nossa língua mãe. Ah! E nossos amigos e familiares que nos perdoem, porque ouvirão muita comparação entre os países, é inevitável!
Quando cheguei na Irlanda estava super assustada, é realmente tudo diferente, vai do clima até a comida no mercado. Para se adaptar foi um pouco difícil, tive ajuda de amigos, família sempre presente, skype salva muito, religião...Me aproximar de Deus foi muito importante para me acalmar e ainda ter fé nas coisas que eu estava fazendo. Com o passar do tempo, você se toca do por que está ali, você está realizando o seu sonho e por mais difícil que seja, vale a pena permanecer até o final, você verá o resultado lá na frente, e acredite, vale MUITO A PENA! Depois de pelo menos 3 meses, você já se sente em casa, vai ao mercado, caminha nas ruas, pede informação às pessoas sem medo algum, da informação, vai a Pubs e conversa com todo mundo, viaja, paga as contas , cozinha, lava, passa, limpa a casa, paga aluguel, estuda, trabalha e tudo isso em outra língua...Imagina o tanto de aprendizagem que não terá na sua caixola?
Acredito que para se adaptar/readaptar você precisa primeiro abrir sua mente, fazer as coisas que você fazia no país anterior, ler livros, ver filmes, ir ao cinema, ao shopping, fazer caminhada, ir a parques, e principalmente, estar em contato com os familiares/amigos(se você está em um país desconhecido), e com os amigos que teve por lá(se você já voltou à terra natal). Tentando manter um pouco da rotina que existia, quando piscar os olhos, já estará mais conformado e habituado. O lance é ter paciência, nada melhor que o tempo para te colocar no lugar. Não sei mesmo dizer se o mais difícil é a adaptação ou a readaptação, creio que depende do estado da pessoa na hora da chegada/volta. Se ela tem certeza que era isso mesmo que ela queria, se ela se sentir preparada para essa chegada/volta, conta também o lance psicológico. Esse ai se você não souber controlar, pode pesar bastante em suas escolhas. O importante é ter essa coragem de mudar e a fé de que tudo vai da certo, e no final dá, acredite! vá fundo...GO FOR IT!

Entrevista sobre intercâmbio


E ai galera, tudo bemEssa semana fiz uma entrevista com o Thiago, que está na Irlanda, sobre como eh fazer um intercâmbio, confiram:

video